quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Sentí

Onde pude esconder com o meu peito queimando de dor e sofrimento.
andarei léguas e léguas ate chegar em um poço de água quase acabando e pegar somente uma gota d´agua para apagar todo o meu sofrimento...

Márden Moreira de Carvalho..

Onde mim

Pude afirmar tantos e diversos traços de minha vida,não pude compreender as conquistas que me revelaram,será que posso apenas gostar de mim?
a calma que não tive antes,agora tenho que ter,para que!
ter sempre olhos fixos naquele momento que deveria ser de outro, ter somente o teu sorriso e não fazer uma cópia dos outros.destino so tem um, somente um que encontrarei quando chagar o exato momento de minha partida...

Márden Moreira de Carvalho.

terça-feira, 22 de março de 2011

Lágrimas

Chorarei mil lágrimas
contadas pelos olhos;
Beijarei mil sorrisos,
escondidos pela face;
Gritarei bem baixo,
para o vento não me seguir;
Atravessarei uma longa ponte,
para não perder a rota da jornada.

Sempre lembrarei das lágrimas
molhando o meu rosto.
Com tudo isso,
já não posso tocá-lo com uma pétala de rosa.
Sei que sempre chorarei,
com desejos isolados na face da terra...

Márden Moreira de Carvalho, in Junto de ti, beijo do amanhã